Relato do Tao Te Ching . Capítulo 76 . Aula de Tai Chi – 30/01/2016

65

O capítulo 76 – Sobre a diferença entre rigidez e macies.

O professor explica que ao nascer o homem é flexível, frágil e cheio de vida, onde seus olhos brilham, emanando grande quantidade de energia; Já próximo a sua morte, o homem por sua vez, torna-se rígido, inflexível, pálido e duro.  Não só os homens são regidos por esta lei, as árvores e vegetais também.  Esses exemplos servem para a nossa própria vida, para nossa prática, ao passo em que sermos flexíveis e suaves no nosso modo de agir, ao lidar com outros seres, nos renderá muitos benefícios.  Para exemplificar: no treino de Tuei Sou, quando se está com os braços endurecidos, logo as dores começam a aparecer e a prática não flui. Já ao contrário, sendo macio, suave e sem pressa sua força é aumentada e a prática flui perfeitamente bem.

Já na segunda parte do capítulo, Lao Tse relata que os que são suaves e flexíveis estão no grupo voltado para a vida, o inverso, onde estão os rígidos e violentos, estão no grupo voltados para a morte. Em que os que são violentos e inflexíveis tendem a morrer primeiro.

Pode-se notar que ser suave, tranquilo, de acordo já com a ultima parte do capítulo, é estar em superioridade, ou seja, é melhor do que ser truculento; Agindo desta forma o praticante/buscador irá junto a natureza em direção a grande paz, longevidade e bem viver.

 

03/02/2016 Henrique Decimus

E-Mail: henriquethaicenter@gmail.com

*Texto elaborado por aluno: Henrique Decimus

http://www.centrotaoista.com.br

 

———————————————————————-

 

Flexibilidade? A cada ano que passa nos tornamos mais rígidos, jornais, revistas, televisão, internet, pessoas, o cotidiano, todos nos dizem que só os fortes vencem, mostram que devemos bater de frente, revidar, devolver.

Na nossa infância e juventude, o amor, paciência, alegria, leveza se mostram mais presentes, porque? Alguns dizem que nessa epóca da vida não temos responsabilidades, o capítulo nos faz lembrar que a verdade é que somos mais flexíveis, não somente física, principalmente uma flexibilidade mental. Aceitamos as mudanças que aparecem com mais naturalidade, procuramos as melhores alternativas mesmo em situações adversas, aprendemos com mais facilidade, fazemos coisas inesperadas, buscamos a felicidade. Com o passar dos anos vamos nos tornando rígidos, frases do tipo: “Já sei” – “Não quero” – “Não vou” – “Já conheço”, ou então acrescentamos o “SE” nas frases, “Só faço isso SE…” e no final são tantos “SEs” que ficamos paralizados.

Flexibilidade não é aceitar tudo e compreender as situações encontrando a melhor forma de conviver com elas.

Se pegamos um vidro cheio de pedras, ao tentar colocar mais pedras não é possível, o vidro já está cheio, se tentamos colocar água, vemos que ela vai se moldando e ocupando os pequenos espaços vazios.

Que sejamos mais flexíveis, compreendendo as diversidades, saindo da rotina, levando leveza, amor e sorriso em todas as situações.

 

04/02/2016   Gabriel Mondin

E-Mail: gabrielmondin@outlook.com

*Texto elaborado por aluno: Gabriel Mondin

http://www.centrotaoista.com.br

———————————————————————-

O cap 76  do Tao faz uma comparação entre os opostos. De um lado, a suavidade e fragilidade ligadas ao nascimento e à vida. Do outro lado, a força e à rigidez ligadas à morte. Ao final, a suavidade se encontra em posição superior à força.

 

O recém-nascido em constante crescimento e transformação está conectado com sua essência. É molinho, flexível e suas energias fluem harmoniosamente.

 

Podemos aprender com o bebê.  Aprender a ser suave, a ter flexibilidade consigo mesmo e com as outras pessoas. Sentir essa energia nos pensamentos, palavras e ações. A suavidade poupa energia e abre novos caminhos.

 

A mudança e o crescimento interior requerem essas virtudes. Se estamos abertos e dispostos a aprender, necessitamos desenvolve- las.  É estar sempre renascendo e se redescobrindo.

 

Portanto, percebemos a importância de retornarmos à nossa origem, à essência. Desta forma, a fragilidade não é consequência de raízes fracas, de não estar conectado. É fruto da conexão interna, da unidade com a essência divina. E o crescimento se dá ao longo de toda a existência.

 

O contrário, quando a força e a rigidez dominam os movimentos da vida, pode resultar em bloqueios e estagnação física, psíquica, emocional e espiritual.

 

Estar receptivo, ter paciência e um bom coração podem nos ajudar  a conduzir a vida de forma mais suave e gentil.

05/02/2016     Kátia Rodriguez Richieri

E-Mail: katia@richieri.com.br

*Texto elaborado por aluno: Kátia Rodriguez Richieri

http://www.centrotaoista.com.br

———————————————————————-

 

Relato de Tao Te Ching capítulo 76 Fraqueza, Suavidade – Aula de Tai Chi de 30/01/16

-Quando a pessoa nasce é frágil e suave.
Aqui estamos falando de um bebê.

-Quando morre tudo fica duro, rígido.
Aqui estamos falando de um moribundo.

-Todos os seres vivos, tanto as plantas, como os animais ao nascerem ou brotarem são frágeis, fracos.
-Ao morrerem são secos, duros.
Observando a natureza reparamos que todos os seres vivos quando nascem são tenras, brandas e suaves, e quando se aproximam da morte, tornam-se gradualmente rígidas, duras e secas. E a relação que existe entre esses dois momentos extremos é a quantidade de energia vital que esses seres possuem nesses momentos. Ao nascerem os seres são cheio de vitalidade, tem grande quantidade de energia, enquanto que na proximidade da morte já está exaurida de energia.

-Porisso aqueles que são duros e rígidos pertencem ao grupo da morte.
-Aqueles que são frágeis e suaves pertencem ao grupo da vida.
Assim através do treino de Tai Chi e Meditação com suavidade procuramos circular e armazenar a energia vital no nosso corpo para sincronizar com a natureza e tentar permanecer no grupo da vida.

-Assim os soldados fortes com armas duras não vencem.
-A madeira quando fica muito dura quebra.
Quando faz guerra com uso de armas duras, ocorre muitas mortes e destruição, e assim que a guerra termina, os derrotados se preparam para se vingar dos vencedores, partindo para nova guerra e causando novas mortes e destruição, e assim sucessivamente. Portanto os soldados fortes com armas duras não vencem. É preferível resolver suavemente com negociação.
-Porisso qualquer coisa rígida e forte posiciona embaixo.
-Enquanto coisa fraca e suave posiciona em cima.
Porisso, através da meditação, com suavidade, ao assentar, acalmar e decantar tudo que nos incomoda, esvaziando o coração de ambição, apego às coisas, medo, ego, etc e sincronizando com a energia da natureza, nos tornamos mais suaves, e posicionamos em cima, com leveza.

 

06/02/2015   Kinjiro Sekiguchi

E-Mail: kinjiro2003@globo.com

*Texto elaborado por aluno: Kinjiro Sekiguchi

http://www.centrotaoista.com.br

Anúncios

2 comentários sobre “Relato do Tao Te Ching . Capítulo 76 . Aula de Tai Chi – 30/01/2016

  1. Boa tarde! Estou adorando receber esses posts e descobrindo muitas situações semelhantes ao meu cotidiano. Fico encantada com esses conheciemetos. Bom, não sei se seria por esse e-ma

    • Olá:
      O Tao se apreende com a prática de quem realmente entende de energia. Aconselho que venha fazer aula de tai Chi:

      Inscrição aberta de novas turmas de Tai Chi para adultos, crianças e jovens a partir de abril de 2016:

      Novos horários:

      *Turma de terça das 09:00 às 10:00 ( 1h), a partir de 05/04/2016.

      *Turma de Quinta das 07:30 às 08:30 ( 1h), a partir de 07/04/2016.

      *Turma de sábado das 13:30 às 14:30 ( 1h), a partir de 02/04/2016

      flavia DSC06820

      Instrutora Flavia Lucato treinado por Prof. Tsai Shien Jong.

      Curso com ênfase na introdução da prática aos exercícios de energia (Chi Kung), que contribuem para o reestabelecimento e manutenção da saúde física e mental, através de movimentos lentos e fluídos que permitem a captação, a boa circulação e a retenção de energia.

      A prática melhora problemas de saúde como estresse, nervosismo, síndrome do pânico, insônia, cansaço, ansiedade, fraqueza, osteoporose, e etc. Além de contribuir para um melhor equilíbrio, desenvolver consciência corporal e reforçar o sistema imunológico.

      O Tai Chi é fundamentado nos princípios taoístas, que despertam nossa sensibilidade para viver em harmonia com a Natureza – da qual somos parte integrante – encontrando respostas e soluções dentro de nós mesmo.

      No mundo ocidental contemporâneo aprendemos sobre o corpo de uma maneira fragmentada e limitada, e vivemos de forma estressante e sedentária. Esse distanciamento de nós mesmos e das nossas reais necessidades acarretam numa série de doenças que são cada vez mais alimentadas pela indústria farmacêutica. O Tai Chi e é uma prática que nos permite olhar para dentro e alimentar nossa própria fonte de saúde, executando movimentos com tranquilidade e integrando corpo e mente.

      Os benefícios que os exercícios de Tai Chi podem ajudar aos Jovens e às Criânças:

      sabrinaOK

      Clique na foto para ver o depoimento da Sabrina

      Serão ensinados os exercícios taoístas de energia que ajudam a melhorar a concentração das crianças, refletindo num melhor desempenho escolar e menos agitação. O Tai Chi é uma prática que exige atenção, para coordenar movimentos lentos que integram corpo e mente, beneficiando o desenvolvimento de todos os aspectos (físicos e mentais) das crianças.

      A prática é fundamentada nos princípios taoístas, que mostram sempre o quanto somos parte da Natureza, trazendo consciência para o nosso papel como seres humanos e despertando nossa sensibilidade para valores íntegros, contribuindo assim para a formação pessoal e ajudando nos relacionamentos com colegas e familiares.

      Atualmente no Brasil muitas crianças e adolescentes que apresentam excesso de energia e dificuldades de concentração são diagnosticadas com hiperatividade e déficit de atenção, sendo medicadas de maneira inconsequente. Compreender a energia através da prática do Tai Chi é uma ferramenta saudável e eficaz para organizar o corpo e lidar com essas dificuldades.

      Investimento:

      Inscrição: R$ 50.00
      Mensalidade: R$ 100.00 ( 4 aulas por mês)
      Aula avulsa: R$40.00 ( em grupo)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s