Relato do Tao Te Ching . Capítulo 68. Aula de Tai Chi – 17/10/2015

tueshou

Capítulo 68: “Não Disputar, Não Brigar”

Este capítulo ensina-nos sobre a importância de mantermos alinhados sempre, através da prática diária e constante de energia.

O mundo está se tornando cada vez mais violento, e quando menos se espera podemos estar envolvido no meio de uma confusão, de trânsito, por exemplo.

Estando alinhado, seremos capazes de evitar partir para agressão caso seja provocado, e se for agredido, seremos capazes de nos defender e vencer sem confrontar o agressor.
Nesse caso, é importante vencer o agressor sem confrontá-lo, e muito menos humilhá-lo, mantendo atitude humilde, para evitar a retaliação do mesmo. E isso só se consegue se estivermos alinhado.

Este capítulo fez me lembrar que, para quem treina o “Tue Shou”, o Tai Chi Chuan como arte marcial (Push Hands), o ensinamento básico é praticar a luta alinhado, escutar o chi pelo contato, e vencer o oponente sem confrontá-lo, aproveitando a iniciativa de ataque do mesmo, usando a força do oponente contra ele mesmo e, como diz o Professor Tsai, vencer com graça e elegância.

 

23/10/2015   Kinjiro Sekiguchi

E-Mail:kinjiro2003@globo.com

*Texto elaborado por aluno: Kinjiro Sekiguchi

http://www.centrotaoista.com.br

————————————————————————————————————————

tao41

Capítulo 68

Os capítulos do Tao Te Ching, para os praticantes de Tai chi / meditação, sempre nos leva à reflexão dos ensinamentos adquiridos aos sábados.

Neste capítulo novamente Lao Tse nos mostra a importância de se obter a virtude  de forma natural.

O verdadeiro caminho do Tao foi descrito há milênios e é uma verdade até nos dias de hoje.

O verdadeiro guerreiro não precisa de armas, não precisa guerrear. O vitorioso não precisa combater, confrontar, intervir. Com sabedoria, permanece em posição de humildade e age pela não ação.  Com atitudes de humildade, se coloca em posição de inferioridade e impõe o seu valor (superioridade). Os obstáculos de nossa vida são verdadeiras oportunidades para o treino de nossa humildade. Respeitemos com humildade e sabedoria as nossas dificuldades e a dos outros – serão as ferramentas para o nosso crescimento futuro.

Os exercícios em dupla de “Tui Shou” ( Push hands) é um treinamento para fortalecimento das bases, de nossas dificuldades (bloqueios energéticos) e essencial para aprendermos a nos relacionar com os outros. Quanto mais natural melhor. Devemos ter leveza, sutileza e respeito para acompanhar o parceiro. Ora acompanhar, ora conduzir. Assim é o curso da vida. Quanto antes aprendermos (e apreendermos) esse conceito mais leve lhe parecerá a vida.

A meditação também deve ser realizada pela não ação, deixando apenas a natureza agir.  Com um coração humilde, deve-se praticar com constância, sinceridade, bom coração e sem pressa para obter a nossa evolução.

A constância dessas práticas se revela nas nossas atitudes e nos acontecimentos ao redor de nosso dia-a-dia e é um passaporte para uma vida mais saudável, mais serena e mais feliz.

22/10/2015  Iracema Ioco Kikuchi Umeda

E-Mail: iikumeda@hotmail.com

*Texto elaborado por aluna Iracema Ioco Kikuchi Umeda.

http://www.centrotaoista.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s