Relato do Tao Te Ching . Capítulo 65 . Aula de Tai Chi – 26/09/2015

65

Relato do Tao Te Ching . Capítulo 65 . Aula de Tai Chi – 26/09/2015
A Virtude Misteriosa/Maravilhosa
Antigamente quem conhecia e praticava o Tao evitava ensinar por meio da ação e não utilizava de esperteza (malandragem) para governar.
O povo se torna difícil de governar quando conduzido por meio de demasiada interferência e regras excessivas.
Quando se governa com mais soltura, sem ação e sem interferência o povo fica mais tranquilo e hospitaleiro, há mais prosperidade e as pessoas se tornam mais felizes.
Lao Tsé comparava o ato de governar com o de cozinhar um peixe: se você mexe muito e tenta interferir no cozimento, o peixe se desmancha e estraga-se o prato. Assim é governar: quanto mais se mexe e se interfere, mais desmancha-se a harmonia e felicidade do povo.
isso se chama “A Virtude Maravilhosa”
Esta virtude eh muito profunda e longa. É imensurável, e utilizando-se ela para governar, não ocorrem obstáculos.
É como criar um brotinho: não se pode interferir ou mexer nele, deve-se apenas deixar crescer naturalm
03/10/2015   Paulo Ricardo

E-Mail: paulobonciani@hotmail.com

*Texto elaborado por aluno:Paulo Ricardo

http://www.centrotaoista.com.br

———————————————————————————————————————————-

Capítulo 65 – “Misteriosa virtude”

Este capítulo dá continuidade ao capítulo 64 sobre a forma de governar.

Antigamente, quem sabia praticar o Tao não precisava utilizar nem a força e nem a inteligência no seu povo. Quando se observa um povo difícil de governar é porque tem muita interferência de seu governo, com muitas regras, muitas leis, muitas imposições. Apesar de parecer esperteza essa forma de governar, na realidade piora o povo. O ideal é um governo “sem ação”, sem interferência – proporcionando prosperidade, sorte e mais harmonia. A força “contra” piora.  Conhecendo essas duas formas de governar, com (cheia de leis e regras) e sem (de forma natural e simples) esperteza, o povo e o governo caminham para  a virtude natural. Esse caminho percorrido de forma contínua, profunda e longamente, é o caminho de um governo sem obstáculos, de um povo tranquilo, do encontro à maravilhosa virtude.

O que é imposto pela força (ação) e que não seja natural (sem ação) tende a dificultar o propósito de atingir a maravilhosa virtude, ou seja, o caminho do Tao. Ao praticarmos a meditação, por exemplo, quando vamos além da intenção e forçamos a encontrar o ponto lin hai ou tan tien, não conseguimos serenar e, consequentemente, relaxar, energizar e fortalecer. O mesmo ocorre com a posição “abraço da árvore”. Quanto mais solto e natural, melhor será o efeito de fortalecimento de nossa base e fluxo de energia. A ação pela não ação é o verdadeiro caminho para a harmonia do corpo, do ambiente e tudo que nos rodeia.

Se você está passando por algum problema, simplesmente aja pela não ação. Aja de forma natural. Faça o que é preciso ser feito, não mais que isso. Aprendemos que o equilíbrio da vida é exatamente o vai e vem – após um vendaval virá a calmaria. Não nos preocupemos. Tudo vem, tudo vai. Tudo passa. Eliminemos o imediatismo. Se você está no fundo do poço, tenha certeza que só há um único caminho: subir o poço. Agradeça pela oportunidade desse aprendizado e comece a subir, naturalmente, no seu ritmo, sem pressa. Breve estará fora do poço. Assim, a vida se tornará mais leve e serena. Desejo do fundo do coração, que mais pessoas possam percorrer o verdadeiro caminho do Tao.

30/09/2015  Iracema Ioco Kikuchi Umeda

E-Mail: iikumeda@hotmail.com

*Texto elaborado por aluna Iracema Ioco Kikuchi Umeda.

http://www.centrotaoista.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s