Relato do Tao Te Ching . Capítulo 65 . Aula de Tai Chi – 26/09/2015

65

Relato do Tao Te Ching . Capítulo 65 . Aula de Tai Chi – 26/09/2015
A Virtude Misteriosa/Maravilhosa
Antigamente quem conhecia e praticava o Tao evitava ensinar por meio da ação e não utilizava de esperteza (malandragem) para governar.
O povo se torna difícil de governar quando conduzido por meio de demasiada interferência e regras excessivas.
Quando se governa com mais soltura, sem ação e sem interferência o povo fica mais tranquilo e hospitaleiro, há mais prosperidade e as pessoas se tornam mais felizes.
Lao Tsé comparava o ato de governar com o de cozinhar um peixe: se você mexe muito e tenta interferir no cozimento, o peixe se desmancha e estraga-se o prato. Assim é governar: quanto mais se mexe e se interfere, mais desmancha-se a harmonia e felicidade do povo.
isso se chama “A Virtude Maravilhosa”
Esta virtude eh muito profunda e longa. É imensurável, e utilizando-se ela para governar, não ocorrem obstáculos.
É como criar um brotinho: não se pode interferir ou mexer nele, deve-se apenas deixar crescer naturalm
03/10/2015   Paulo Ricardo

E-Mail: paulobonciani@hotmail.com

*Texto elaborado por aluno:Paulo Ricardo

http://www.centrotaoista.com.br

———————————————————————————————————————————-

Capítulo 65 – “Misteriosa virtude”

Este capítulo dá continuidade ao capítulo 64 sobre a forma de governar.

Antigamente, quem sabia praticar o Tao não precisava utilizar nem a força e nem a inteligência no seu povo. Quando se observa um povo difícil de governar é porque tem muita interferência de seu governo, com muitas regras, muitas leis, muitas imposições. Apesar de parecer esperteza essa forma de governar, na realidade piora o povo. O ideal é um governo “sem ação”, sem interferência – proporcionando prosperidade, sorte e mais harmonia. A força “contra” piora.  Conhecendo essas duas formas de governar, com (cheia de leis e regras) e sem (de forma natural e simples) esperteza, o povo e o governo caminham para  a virtude natural. Esse caminho percorrido de forma contínua, profunda e longamente, é o caminho de um governo sem obstáculos, de um povo tranquilo, do encontro à maravilhosa virtude.

O que é imposto pela força (ação) e que não seja natural (sem ação) tende a dificultar o propósito de atingir a maravilhosa virtude, ou seja, o caminho do Tao. Ao praticarmos a meditação, por exemplo, quando vamos além da intenção e forçamos a encontrar o ponto lin hai ou tan tien, não conseguimos serenar e, consequentemente, relaxar, energizar e fortalecer. O mesmo ocorre com a posição “abraço da árvore”. Quanto mais solto e natural, melhor será o efeito de fortalecimento de nossa base e fluxo de energia. A ação pela não ação é o verdadeiro caminho para a harmonia do corpo, do ambiente e tudo que nos rodeia.

Se você está passando por algum problema, simplesmente aja pela não ação. Aja de forma natural. Faça o que é preciso ser feito, não mais que isso. Aprendemos que o equilíbrio da vida é exatamente o vai e vem – após um vendaval virá a calmaria. Não nos preocupemos. Tudo vem, tudo vai. Tudo passa. Eliminemos o imediatismo. Se você está no fundo do poço, tenha certeza que só há um único caminho: subir o poço. Agradeça pela oportunidade desse aprendizado e comece a subir, naturalmente, no seu ritmo, sem pressa. Breve estará fora do poço. Assim, a vida se tornará mais leve e serena. Desejo do fundo do coração, que mais pessoas possam percorrer o verdadeiro caminho do Tao.

30/09/2015  Iracema Ioco Kikuchi Umeda

E-Mail: iikumeda@hotmail.com

*Texto elaborado por aluna Iracema Ioco Kikuchi Umeda.

http://www.centrotaoista.com.br

Anúncios

STRESS, PRESSÃO ALTA, INSÔNIA, DEPRESSÃO, PÂNICO CONSTANTE, OBESIDADE ( PERDI 8 KG), PERDA DE CONTROLE EMOCIONAL E ETC.

Stress, Pressão alta, Insônia, Depressão, Pânico constante, obesidade ( perdi 8 Kg), Perda de controle emocional e etc.

Procurei o Centro Taoista em um momento de crise emocional devido a stress. Pressão alta, insônia, depressão, perda do controle emocional e sensação de pânico constante, me levaram a procurar o Mestre Tsai.
Venho fazendo o tratamento com acupuntura e o chá a um pouco mais de 4 semanas, e comecei a frequentar as aulas de Tai chi a uma semana.
Logo nas primeiras aplicações, toda aquela sensação de pânico desapareceu como se fosse”retirada com a mão”. Passei a dormir melhor e estou a cada dia que passa mais centrado.

Além de todos os benefícios de equilíbrio energético, houve naturalmente um benefício maior, perdi cerca de 8Kg. E a cada semana sinto que há mais resultados pela frente. É como se tivesse perdido 8kg de um peso que carregava em minhas costas e só fui perceber no momento de crise.

Obrigado por proporcionar o caminho Mestre Tsai.

19/09/2015  Fábio dos Santos Ramos de Oliveira

Conheça Blog oficial do Centro Taoísta:

Ver outros depoimentos:

http://www.centrotaoista.com.br/depoimentos-acupuntura

Relato do Tao Te Ching . Capítulo 64 . Aula de Tai Chi – 19/09/2015

64

Capítulo 64

O TAO é o mistério e a maravilha de todas as coisas. Ele é a ponte para chegar ao outro lado. Para os bons é a palavra que pode ser compartilhada; o comportamento para agrupar. No entanto, se vermos somente essa face do TAO, desistimos das pessoas que não o praticam. No entanto, somos todos parte do TAO – inclusive os que não o conhecem. No contexto do grande TAO, tudo está funcionando perfeitamente: mesmo quando há conflito, injustiça. Em todos os momentos o TAO deve ser perseguido como ideal de vida.

 

Professor Tsai lembra que 85% dos que conquistaram a iluminação o fizeram na terceira idade. Os jovens desprezam a saúde porque as tem. Os de mais idade já reconhecem o valor das pequenas (as principais, na verdade) coisas da vida!

 

Na China, antigamente – afirma o professor Tsai – o maior presente que poderia dar ao imperador era o conhecimento do TAO. “O bem mais precioso e acima de todas as riquezas era o conhecimento do TAO. Mas, qual é o valor do TAO? A mudança da frequência; a mudança de dentro para fora. E qual é o valor disso? Essa é a coisa mais preciosa do mundo”, diz Tsai.

22/01/2016 Betânia da Silva Lins

E-Mail: betania.lins@printeccomunicacao.com.br

*Texto elaborado por aluna:Betânia da Silva Lins

http://www.centrotaoista.com.br

______________________________________________________

Auxiliar, recuperar e equilibrar
O que está bem, é fácil conservar
O que ainda não apresenta sinais de piora, é fácil manter.
O que está fraco (entenda-se com energia fraca ou pequeno bloqueio), ainda é fácil de se recuperar.
Diante das observações acima, Lao Tsé nos ensina que antes de ocorrer uma queda significativa de energia, cabe a nós cuidar para que não ela não caia de modo a se tornar irreversível, pois é certo que sem os devidos cuidados a piora ocorre. isso se deve ao fato de que sempre depois da melhora vem a piora e depois da piora ocorre a melhora.
Lao Tsé nos adverte que se pode e se deve cuidar para que evitemos essas confusões em nossa vida, para que obtenhamos a devida constância no fluir de nossas energias ao longo de nossa vida.
Uma árvore grande e grossa nasce pequena e fina.
Um prédio (pagoda) começa sua construção pela fundação e somente com o tempo de construção adquire tamanho e se torna alto.
Uma viagem de 1000 km começa com um passo.
Ou seja: tudo o que é grande inicia-se pequeno.
Na segunda parte deste capítulo Lao Tsé fala sobre a não ação:
Aquele que age sem ação, sem finalidade, vai em frente. Por outro lado, aquele que age pela ação, que prende, experimenta a “perda” e não vai em frente.
Lao Tsé observa, ainda, que geralmente quanto o povo mais se aproxima do sucesso, ele se perde. Ou seja, quando acha que está se sucedendo bem, se desvia do foco, do caminho e se perde.
Ele nos ensina que isso ocorre porque não se manteve a mesma constância do começo, logo houve a queda. Diante disso, nos orienta que sempre devemos manter o mesmo ritmo e constância em nossa prática, caso queiramos evitar as perdas e quedas de nossa energia, evitando trocar o certo pelo duvidoso.
Portanto, se conseguirmos manter o começo e o final iguais, ou seja, com o mesmo empenho e constância, não haverá perda.
O sábio (o santo) age sem desejo e em constância. Ele auxilia os homens sem nunca precisar agir.
03/10/2015   Paulo Ricardo

E-Mail: paulobonciani@hotmail.com

*Texto elaborado por aluno:Paulo Ricardo

http://www.centrotaoista.com.br

——————————————————————————————————————————–

O capítulo 64 é de uma riqueza de conhecimento, tão simples e tão profundo que consiste numa síntese  esclarecedora do que foi apresentado desde o início do Tao Te Ching. Para mim, uma iniciante, fica difícil visualizar algo além desse capítulo. Durante a aula, o Prof. Tsai foi nos levando com suavidade e firmeza para a compreensão do texto. Disse-nos que é muito fácil manter a paz quando ela é verdadeira porque sua origem está na sinceridade , na prática com o coração. Conforme o Prof. Tsai ia exemplificando as situações vividas pelos alunos, eu ia me identificando claramente com elas. Ao nos deparar-mos com um obstáculo surge a pergunta: ” onde foi que eu errei? ” A resposta está dentro de cada um e no capítulo 64.

        Errei ou erramos ,quando buscamos um resultado imediatista e estabelecemos prazos para se atingir um objetivo.  Quando queremos fazer uma viagem de mil léguas,sem dar o primeiro passo e seguir um passo por vez,surge o fracasso . Erramos ao desejar erguer um edifício de nove andares sem passar pelo acúmulo de terra. Tudo no início é fácil de quebrar, de romper. “O que é frágil é fácil de quebrar/ O que é pequeno é fácil de dissolver/  Realiza-se a partir da existência/Organiza-se a partir de antes da desordem” (cap. 64).   …………..”Quem age fracassa/Quem se apega perde”. Pela não- ação não há apego e portanto não há perda.  É importante que tenhamos cautela tanto no início quanto no princípio, para não ficarmos ziguezagueando ao caminhar.  Situações desfavoráveis como doenças no corpo, podem ser prevenidas antes que aconteçam se tivermos a energia que o Tao nos mostra, pois quando o mal ainda é frágil e pequeno é mais fácil removê-lo.
        0 caminho é o próprio caminhar, é a partir de um início de uma pequena muda de uma árvore que surge a árvore .
        A razão do fracasso é a intencionalidade de se buscar rapidamente trilhar um caminho que na verdade está no início, no esvaziamento.
        O aprender não é um acúmulo de conhecimento, aprender através do não-aprender.    A ação da retidão no mundo é aquela que se concretiza através da não- ação, o wu wei.  …….”  O Homem Sagrado deseja através do não desejo , Não valoriza as coisas de difícil aquisição” (cap.64) porque o “ter” , o bem material e o próprio corpo, nada  .Gastar energia vital para adquirir  bens de consumo ou de capital não permite que a pessoa reencontre o vazio do Pré -Natal.
         Agradeço sinceramente ao Prof. Tsai a oportunidade de comentar esse capítulo e olhar para o Caminho da certeza.
21/09/2015   Eleonora Lucato
*Texto elaborado por aluna:Eleonora Lucato

Relato do Tao Te Ching . Capítulo 63 . Aula de Tai Chi – 12/09/2015

59

Capítulo 63: Não Dificuldade

Ação pela não ação

Agir sem fazer

Enxergar o grande no pequeno

Ver o muito no pouco

O grande começa pelo pequeno

As dificuldades em qualquer lugar do mundo sempre começam pelas coisas fáceis.

O Grande nasce do pequeno!

Quem muito promete não inspira confiança

A pessoa que age sem comprometimento, fatalmente colecionará dificuldades!

O sábio reconhece as dificuldades e as supera facilmente.

Por isso, o sábio (praticante e seguidor do Tao) não precisa correr atrás da serenidade, porque ele sempre a encontra na meditação!

Os valores que ajudam a compreender melhor este capítulo são o Desapego e a Humildade.

Reconhecer que a dificuldade é um momento ou estado temporário, é um ato simples e pequeno que pode se tornar um evento de grande significado e resultado gratificante.

Deixar que a dificuldade tome conta de você além, de causar danos a si mesmo, pode atingir a todos e tudo que está à sua volta. Por isso, comece pelo fácil e, pouco a pouco, o difícil antes torna-se fácil depois!

A dificuldade será o menor dos problemas quando você decide enfrentá-la e começa a agir.

Veja alguns exemplos:

  • Por quê é mais fácil se render ao pecado da gula (enfiar o “pé na jaca”) ao invés de se alimentar de forma correta?
  • Por quê é mais fácil beber um energético ao invés de se permitir algumas horas a mais de sono repousante?
  • Por quê é mais fácil tomar um sonífero ao invés de praticar exercícios de forma constante?

        Por quê…. por quê…???

Em todas as perguntas cabe a mesma resposta: Porquê as pessoas encontram todas as dificuldades antes da solução. É mais fácil desistir ao invés de resolver.

O Fácil diante do difícil é se aniquilar e negar a oportunidade de crescer, amadurecer e de aprender com os desafios!

Muitas pedras no seu caminho? Comece retirando as pedras menores que são mais leves e você é capaz de carregar. E ao final,  algo de bom o ajudará a remover o de peso maior desobstruindo o caminho.

Esta é a nova consciência: O quanto você está preparado para enfrentar as situações diante da Não Dificuldade?  Seja de saúde, relacionamentos (pessoal, familiar e profissional), trabalho…

Pense e reflita em seu benefício próprio. Faça um compromisso consigo mesmo praticando e aprendendo cada vez mais com o TAO!

A constância da prática com coração sereno, humilde e generoso são é as chaves do TAO para conquistar saúde e serenidade!

16/09/2015   Marcela Kwong

E-Mail: marcela_kwong@uol.com.br

http://www.centrotaoista.com.br

30 ANOS DE ENXAQUECA, DOR DE CABEÇA, DEPRESSÃO, INSÔNIA E ETC.

30 anos de enxaqueca, dor de cabeça, insônia e etc.

Pessoal apenas confiem no tratamento, não tenha dúvida dos resultados. Eu nunca tinha conseguido dar uma freiada na minha enxaqueca antes de conhecer o Prof. Tsai. Tinha feito diversos tratamentos sem sucesso, recorri a igrejas, centro espiritas pois não aguentava tomar mais medicações e analgésicos, o último que estaja tomando era o topiramato e sumax plus e quando tinha dor tomava Neosaldina. Os medicamentos me levaram a ter depressão e também comecei a tomar antidepressivos para dor, mas nunca obtive melhora com nada até conhecer o Prof. Tsai. Pessoal olha só que loucura….por semana eu gastava R$ 150,00 só com analgésicos, sumax + neosaldina, quem tem enxaqueca sabe que o Sumax não é barato. Tomava praticamente diariamente, loucura total!
Mas agora com o inicio do tratamento com 04 sessões, estou uma semana sem dor e até voltei a correr como atividade fisica, fiz hoje 10 KM de manhã com esse frio e a cabeça nem cogitou de doer. Estou muito confiante na cura. Chega de sofrimento, sem contar que além da cabeça ter passado, meu sono melhorou muito, humor, pensamentos depressivos, raciocínio. Graças a Deus!

12/09/2015   Ricardo Mendes de Souza

E-mail:ricardo.souza@pentair.com

Ver outros depoimentos:

http://www.centrotaoista.com.br/depoimentos-acupuntura

ANSIEDADE, ESTRESSE, INSÔNIA, PRESSÃO ALTA, CANSAÇO FÍSICO E MENTAL E ETC.

Sl StressBrain

Iniciei o Tratamento de acupuntura (e de tomar o chá) há uma semana. Noto uma diferença acentuada quanto à diminuição de ansiedade e tenho dormido muito melhor. Também reparei ter muito mais disposição e energia ao longo da semana. Tudo isso tem colaborado muito para lidar com o estresse do dia-a-dia, que nem parece mais tão estressante assim.

Tenho boas expectativas quanto a ver o que acontece com minha pressão, que estava alta (14 por 9) nas últimas vezes em que medi. Farei o monitoramento e logo logo espero deixar outro depoimento positivo por aqui!

Obrigado até aqui Mestre Tsai!

02/09/2015  Gustavo Tanaka

Ver outros depoimentos:

http://www.centrotaoista.com.br/depoimentos-acupuntura

Tsai e Gustavo