Relato do Tao Te Ching . Capítulo 62 . Aula de Tai Chi – 15/08/2015

62

Primeiramente, vamos ressaltar uma importante observação que o Prof. Tsai fez questão de frisar nesta aula.

Ele ensina, conforme aprendido em seus anos de treino e como professor, que para aprender o Tao tem que haver constância no treinamento. Além disso, ressalta que é preferível aquele que evolui e aprende pouco a pouco mas com constância, do que aquele que logo assim que tem um grande ganho de energia relaxa nos treinamentos e logo perde energia novamente, passando por infindável instabilidade num ciclo de melhoras e pioras energéticas. Este segundo jamais evoluirá, pois sempre estará na mesma média de sempre.

Mistérios/maravilhas do Tao

O tao, ensina Lao Tsé, é o mistério e maravilha de todas as coisas (animais, vegetais e minerais). O Tao tudo permeia, contém e está contido em tudo. É um tesouro inestimável e nós precisamos entender sua essência se quisermos encontrar o caminho da evolução. Quem sabe seu valor é possuidor de grande tesouro.

Quem pratica o Tao e o treino de energia tem a capacidade de se aperfeiçoar em todos os âmbitos essenciais da vida (material, energético e espiritual)

O praticante, com o tempo, terá condições de compartilhar seu conhecimento e passá-lo adiante, para o bem daqueles que quiserem aprender.

Segundo explicado pelo Prof. Tsai, aquele que pratica, com o tempo passa a ter a característica de reunir pessoas em torno de si para aprender e praticar.

Segundo Lao Tsé, embora as pessoas sejam muito diferentes entre si, o Tao não faz quaisquer distinções entre os seres, pois todos são iguais e possuem a mesma essência num âmbito mais profundo.

Mesmo aquele que ainda não compreende o Tao, se continuar treinando dia após dia sem se preocupar, uma hora vai naturalmente entender, basta ter o coração tranquilo. Basta preocupar-se mais com o caminho e menos com o destino.

Apenas algo é necessário que se tenha para evoluir: ritmo e constância. Cada um no seu ritmo.

Lao Tsé ainda nos ensina neste importante capítulo que na China antiga havia muitas pompas e rituais solenes, por parte dos governantes, como por exemplo ao coroar o imperador ou algum outro acontecimento político do império, este mesmo império que na verdade deveria existir para servir o povo.

Ensina, ainda, que na verdade deveria ser dado menos valor ao Tao e ao ser, do que em questões materiais. Deveria buscar enxergar mais a energia do que outras coisas superficiais, pois o caminho do Tao é o caminho mais valioso que se pode trilhar, pois é a melhor forma de vermos e percebermos as coisas, assim como elas realmente são.

21/08/2015   Paulo Ricardo

E-Mail: paulobonciani@hotmail.com

*Texto elaborado por aluno:Paulo Ricardo

http://www.centrotaoista.com.br

Relato do Tao Te Ching . Capítulo 61 . Aula de Tai Chi – 08/08/2015

cap06

Capítulo 61 – Manter-se abaixo ( é a forma como as correntes de águas se unem na parte baixa para encontrar o mar).

“ O  grande deve engolir o próprio orgulho e deixar o ar de superioridade de lado para reconhecer o pequeno.”

“O pequeno, deve aceitar a sua condição, manter a quietude e não contestar o grande.”

“Humildade em reconhecer e corrigir erros é uma grande virtude.”

“O recolhimento é necessário para que a expansão aconteça no momento certo.”

“Na posição de recolhimento, todas os seus sentidos são unificados na  luz para nutrir a raiz!

“Manter-se Uno com Tao, manterá o seu corpo saudável e jovem, afastando-o das doenças e das energias negativas.”

Durante a interpretação do capítulo, concluímos que o comportamento das pessoas sofrem influência direta das estações do ano, apesar das alterações climáticas que estão acontecendo no mundo.

A vibração energética  do inverno é de recolhimento, o que provoca um decréscimo de energia nas pessoas. Algumas apresentam um quadro depressivo e procuram corrigir o desânimo com sessões exaustivas de exercícios e de atividades físicas, com o objetivo de espantar a tristeza e a depressão. Após algumas aulas, até recuperam a sensação de bem-estar mas, outras ficam cada vez mais cansadas e desanimadas porque estão sem energia! Gastar o que está deficiente trará mais prejuízos à saúde. Não adianta recorrer ao artificial porque não há poção mágica e milagrosa. Pratique energia! Sabendo usar, não vai faltar!

As pessoas estão sempre procurando tesouros: Saúde, longevidade e serenidade!

Alguns acham que alcançaram a Felicidade e não distinguem o bem-estar do status social,  conquistam desenfreadamente bens materiais para a satisfação temporária do ego.

Uma pequena semente quando bem cultivada em condições favoráveis, pode se tornar uma grande árvore com raízes fortes fincadas no chão, com tronco capaz de sustentar galhos e dar flores e  frutos!

Manter-se conectado durante o treino de energia é o que todos almejam alcançar.

Para isto, requer do praticante:

  • um coração bom, humilde e sincero.
  • consciência de que o aprendizado é eterno.
  • disciplina
  • manter-se na posição um grau abaixo
  • cultivar a quietude

Cada vez que repetimos os exercícios e meditação, aprimoramos a qualidade do treino, captamos energia para a renovação e promover a auto-cura.

Alcançar a iluminada serenidade? Mantenha-se abaixo: humildade e respeito com você mesmo. “Leia e entenda” os sinais do seu corpo. A sua essência agradece!

13/08/2015   Marcela Kwong

E-Mail: marcela_kwong@uol.com.br

http://www.centrotaoista.com.br

——————————————————————————————————————————–

Relato do Tao Te Ching – capítulo 61

 Se Posicionar Abaixo

Esse capítulo fala sobre convivência harmônica dos povos, dos casais, dos funcionários numa empresa, etc.

Um grande país deve posicionar abaixo do pequeno país, e um pequeno país deve posicionar abaixo do grande país.

Todos os rios, pequenos ou grandes, correm para baixo e terminam unidos no mar.

A fêmea sempre consegue vencer o macho, através da serenidade.

Assim, ao posicionar abaixo, o grande país conquista o pequeno país, sem usar força, através da humildade, sem dominá-lo, e o pequeno país une ao grande país sem confrontá-lo, sem submissão, e sem ser subjugado.

Dessa forma, tanto o grande país, como o pequeno país realizam seus desejos, coexistindo pacificamente, vivendo em harmonia.

O Professor Tsai lembrou que na época do Lao Tze a China, que era formada com o juntamento de inúmeros países pequenos, vivia em conflito permanente, cada país querendo tomar e subjugar o outro país, e o Lao Tze escreveu uma obra (Tao Te Ching) para os governantes poderem resolver esses conflitos com sabedoria.

E isso se aplica perfeitamente para relações chefe-colaboradores dentro de uma empresa, nas relações interpessoais, nas relações conjugais, etc., conseguindo assim uma relação que é bom para todas as partes, não só para uma das partes.

Portanto, através do conhecimento e prática com correção do Tao, e de forma constante, conseguimos conviver com todos de forma bem harmoniosa.

E o Professor lembrou também que no nosso treino de energia, o tempo todo focamos embaixo, no TanTien. E que com a prática de treino de energia, ao conseguir unir a energia no tankien, abre a sua sabedoria, passando enxergar o mundo de forma diferente.

11/08/2015   Kinjiro Sekiguchi

E-Mail:kinjiro2003@globo.com

*Texto elaborado por aluno: Kinjiro Sekiguchi

http://www.centrotaoista.com.br

Relato do Tao Te Ching . Capítulo 60 . Aula de Tai Chi – 01/08/2015

60

TAO TE CHING

Capítulo 60 .  Governar um grande país 

Qual é o real significado do símbolo Yin-Yang? Como ele se movimenta? Com essas questões, o professor Tsai Shien Jong, do Centro Taoísta de Longevidade, deu início à primeira aula do mês de agosto. Salientou que dentro no ponto preto há o verdadeiro Yin; no ponto branco, o Yang. Com uma analogia com a pérola, o professor falou sobre o grão de areia inserido dentro de uma ostra – do incômodo nasce algo precioso.

“Quem não é praticante de energia não tem os olhos abertos para as verdades sobre o Yin-Yang; diante de tantas informações não consegue identificar o que é certo e o que é errado. O praticante, por sua vez, sabe que dentro do dinamismo há algo estático; dentro do que é estático há o dinamismo. Note as pessoas. Dentro das pessoas ruins pode haver bondade; dentro das pessoas bondosas pode haver maldade. Nada é absoluto”, afirmou.

Sobre os alunos que têm feito depoimentos, o professor comentou que tem notado uma melhora considerável – resultado, talvez, do ato de compartilhar a experiência; de buscar o equilíbrio existente na fluidez do TAO. “A prática é diferente da teoria; para o TAO fluir no corpo é necessário enxergar”, salienta.

No mundo da prática da energia, o que se faz é único; verdadeiramente peculiar – diferente do mundo material. “O praticante de energia tem a oportunidade de realizar algo verdadeiramente importante”, lembra o professor.

Sobre o capítulo 60, Governar um grande país…

Governar um país é como fritar um pequeno peixe. Não podemos mexer muito para não correr o risco de quebrá-lo; o preparo deve ser lento, delicado. O TAO indica que as leis não devem ser alteradas abruptamente – para não assustar e causar o caos. Deve-se  manter o equilíbrio, a tranquilidade.

Governar com o TAO afasta os fantasmas; o medo. Sem o TAO, mesmo as pessoas corretas não conseguem andar direito. Cria-se situações negativas. Com o TAO, o governante não machuca o povo. O homem ruim pode se tornar bom; não vai causar problemas.

A proposta de governar com o TAO é trazer o equilíbrio para a população; trazer a virtude – que é um produto do TAO. Retornar à raiz. Com o TAO, as melhores forças podem prosperar.

04/08/2015 Betânia da Silva Lins

E-Mail: betania.lins@printeccomunicacao.com.br

*Texto elaborado por aluna:Betânia da Silva Lins

http://www.centrotaoista.com.br

——————————————————————————————————————————–

Capitulo 60

Governar um grande País

VIVER MUITO BEM É COMO FRITAR UM PEQUENO PEIXE.

EM TODOS AS ATIVIDADES  DEVE-SE  ATUAR COMEDIDAMÊNTE DE FORMA A NÃO DESEQUILIBRAR AS ENERGIAS.

TODAS AS MUDANÇAS BRUSCAS CAUSAM GRANDES DESEQUILÍBRIOS.

O PRATICANTE DO TAO DEVE MANTER-SE SEMPRE CONECTADO, POIS,  QUALQUER TIPO DE EXCESSO CAUSA ALGUM DESEQUILíBRIO, APARECEM OS FANTASMAS.

SEM O TAO  OS FANTASMAS SE PROLIFERAM,  AS ENERGIAS SÃO PREJUDICADAS E O CAOS PODE SER INSTALADO.

COM O TAO O ORGANISMO NÃO É INVADIDO, NENHUMA ENERGIA BOA SE TORNARA RUIM

 E ALGUMA ENERGIA RUIM PODE SE TORNAR BOA.

05/08/2015 Benedito Breve

E-Mail: breve.b@gmail.com

*Texto elaborado por aluno: Benedito Breve

http://www.centrotaoista.com.br

————————————————————————————————————————–

Capítulo 60

Quando se governa um reino não se deve fazer muitas alterações (analogia ao fritar o peixe pequeno, onde na preparação não se pode ficar mexendo nele, pois ele pode desarranjar). Assim, num governo quanto mais você interfere, cria leis em excesso, se intromete, mais se afasta do caminho e mais surgem problemas.

Fala-se também de que ao governar( usando os ensinamentos do parágrafo acima), as ilusões, problemas, espectros  não surtem efeitos para quem está conectado. Ou seja, referindo-se à meditação, o professor mostra em que quando se está meditando, deve-se procurar focar no Tan-tien, ser natural, não controlador, não criterioso, não interferir e apenas deixar ir naturalmente, daí as ilusões da mente não surtirão efeitos. Levando sempre em consideração a constância na prática.

Outro ponto mostrado neste capítulo, é que num governo que apresente irregularidades, o seguidor do Tao não é afetado, pois o Tao dá sustento, o Tao te livra de problemas.

Pra entender melhor e ligar esses ensinamentos, deve-se perceber que quando se fala em meditação, governo ou qualquer outra face da vida humana, deve-se ter em mente que tais faces são regidas pelos mesmos princípios do Tao; esses preciosos ensinamentos são universais, abrangem todas as dimensões da vida humana, para dar um exemplo: governar um reino equivale a governar a si próprio. O Tao tudo permeia.

04/08/2015 Henrique Decimus

E-Mail: henriquethaicenter@gmail.com

*Texto elaborado por aluno: Henrique Decimus

http://www.centrotaoista.com.br