Relato do Tao Te Ching . Capítulo 50 . Aula de Tai Chi – 02/05/2015

laotse

       Neste  capítulo, o Prof. Tsai fez uma mediação clara e objetiva ao colocar o critério usado por Lao Tsé para categorizar num grupo de dez homens, a posição deles frente à Vida e à Morte..Entre esses dez homens ,usados como referência, três pertencem ao nascimento, isto é,buscam a saúde e a longevidade para o corpo físico; três pertencem morte, ou seja, se preocupam excessivamente com a morte e estudam sobre isso e três se movem para a terra da morte,não se cuidam, vivem perigosamente e provocam danos à saúde.

      Essas nove pessoas do grupo de dez, não sabem viver em equilíbrio, vivem cometendo excessos em vários setores da vida desgastando a vitalidade e a energia.

      Neste ponto, alguns leitores podem até se identificar com algumas dessas posturas, no entanto é no elemento que completa esse grupo de dez que seria o ideal se identificar, este 1 é o bom  cultivador da vida, o que é colocado na segunda estrofe.

      O bom cultivador da vida viaja pela terra sem se confrontar com os rinocerontes, cujos chifres não o atingem, viaja pela terra sem se confrontar com os tigres, cujas garras não o ferem e atravessa o exército sem que as armas o alcancem. Esses perigos no tempo contemporâneo representam todo tipo de ameaça que o homem enfrenta na sociedade em que vive, doenças, violência, e outros males.
      Para o grande cultivador da vida, que segue o Caminho, na prática, no estudo e na meditação, esses perigos não incitam à provocação e ao ataque evitando assim o confronto e a morte,Para o bom cultivador   ” não existe lugar para a morte” porque ele segue o Caminho, não se apega.
     A segunda estrofe chamou muito minha atenção porque diferentemente das outras pessoas do grupo de dez, o bom cultivador não se prende à vida e à morte, simplesmente VIVE, com equilíbrio e  sem excessos o que o leva para a longevidade sem a grande preocupação e apego , atitudes   que o afastam de uma vida plena , com qualidade e saudável.
05/05/2015   Eleonora Lucato
*Texto elaborado por aluna: Eleonora Lucato
 ————————————————————————————————————————-

Na primeira parte do capítulo 50 do Tao Te Ching Lao Tsé diz que os homens chegam e vivem, partem e morrem. Isto, entre outras coisas, demonstra mais uma vez o Tao como sendo algo em constante movimento e que tudo no Universo é impermanente.

 Diz ainda, que em cada 10 homens 3 nascem com pouca longevidade e 3 com muita longevidade. Acrescenta também que outras três buscam a longevidade, mas na morte vão ingressando por causa de sua grande ansiedade em obtê-la.

 Na segunda parte do capítulo, no entanto, diz que os homens que sabem de fato viver, viajam pela Terra e vivem sem medo de serem atingidas pelo chifre do rinoceronte ou pelas garras do Tigre.

 Isto significa que os homens que estão em harmonia com a natureza e com os princípios do Tao não precisam temer as adversidades da vida (os chifres e as garras), pois cada um recebe do universo as coisas que estão no seu mesmo padrão de energia/vibracional.

 Ou seja, sua energia entra em sincronia e sintonia com tudo o que tem a mesma vibração. Quem vibra amor, entra em sintonia com amor, quem vibra sentimentos perturbados sincroniza-se com coisas e pessoas com perturbações parecidas. Quem permanece tranquilo e cultiva a harmonia com a natureza vive uma vida menos turbulenta, e assim por diante…

 Devemos, portanto, buscar nos harmonizar com a natureza e procurar entender e trilhar o caminho do Tao, para que possamos ajustar nossas energias com o fluxo do Universo e da natureza em si. Com isso, não precisaremos temer o chifre do rinoceronte nem as garras do tigre.

 Acrescento, segundo meu entendimento, que para que possamos começar a nos harmonizar com a natureza é fundamental unirmos Céu e Terra em nós, permitindo Yin e Yang em constante movimento.

04/05/2015

Paulo Ricardo

E-Mail: paulobonciani@hotmail.com

*Texto elaborado por aluno:Paulo Ricardo

http://www.centrotaoista.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s