Relato do Tao Te Ching capitulo 30 – aula de Tai Chi no dia 04/10/2014

laotzu

“O Caminho sem Tao”

O capítulo 30 discorre sobre a determinação para se alcançar o Caminho. A sua condução não pode se basear na força, não podemos lutar contra o que é natural. Porém, nos dias de hoje, é comum nos encontrarmos em situações que tentamos modificar devido ao nosso próprio desejo, e assim, a intenção de alterar o natural se faz presente.

Além disso, para que seja possível a busca pelo caminho, não devemos fazer uso “de força e de armas sob o céu”. Pois ao utilizá-las, favorecemos o revide que é comparado ao surgimento de espinhos e ervas secas.

Portanto, para que possamos seguir em harmonia, é necessário observar o que nos cerca sem que haja intenção de forçarmos o que vem naturalmente. Devemos ter cautela para que a determinação não tenha suporte no orgulho, na vaidade, nos excessos. Devemos ter determinação, mas ao mesmo tempo não podemos forçar o natural. Pois ao tentar forçar o que nos é dado naturalmente, acabamos por negar o caminho.

04/10/2014 Alexandre Kanegae

E-Mail: apkanegae@gmail.com

*Texto elaborado por aluno:Alexandre Kanegae

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s